quinta-feira, julho 17, 2008

Welcome back!



É sempre assim: a gente vê apavorada 6 meses (ou 1 ano) pela frente. Bate aquele desespero, acha que a vida vai acabar, que serão 6 meses infelizes, que nada fará sentido nesse meio tempo, que a vida vai acabar, que nada será igual, que vai morrer de saudades, que a vida vai acabar...
Quando você abre os olhos em uma bela manhã de sol, percebe que ... pronto!
O tempo voou, a vida seguiu seu curso, você fez novos amigos, aprendeu a caminhar com aquela ausência sempre presente e, quem diria, sobreviveu! E aquele tempo que antes parecia uma eternidade, já não te separa de ninguém.
Ela foi. Curtiu adoidado. E hoje já está chegando de volta. Tudo foi tão rápido que, apesar da promessa, não deu nem tempo de fazer um post sobre isso.
Sei que essa é uma experiência que ela vai guardar para sempre, como nenhuma outra.
Sei que ela viveu grandes coisas, aprendeu lições, conheceu gente, culturas e um mundo todo novo. Eu não estava ao lado dela participando de cada conquista, vitória, choro, ataques de risos ou babaquices quaisquer. Isso dói, devo admitir.
Mas é preciso dizer que dessa experiência, ambas sairemos mais fortes e muito maiores do que entramos. E os laços que nos unem, apesar de já incrivelmente concretos, apenas se tornaram mais e mais firmes.
Apesar das incontáveis coisas que já passamos juntas, foi essa, que atravessamos separadas por oceanos e continentes, que nos fez mais amigas que nunca.
A vida, com uma mão do destino, nos fez primas. Nós nos escolhemos amigas. E sem querer, acabamos irmãs.

Espero que você saiba que estarei sempre aqui, para os momentos mais tensos, os mais bobos, os mais impossíveis e os mais inimagináveis. Não importa a distância. Não importa se a gente enjoe uma da outra por uns tempos. Nada importa. Não vejo a hora de varar a madrugada rindo contigo.
É muito bom te ter na minha vida. E maravilhoso poder encher a boca com muito orgulho pra dizer: Welcome back, sis!

Sua escova de dente continua aqui. Muita coisa mudou, mas sua presença foi marcada pela ausência mesmo nas pequenas coisinhas.
A sua é a azul, caso não se lembre.

17 palpites bem-vindos!:

Malú disse...

Oi!
Adorei o post, me identifiquei muito, tb tenho uma prima que sempre foi mais do que uma irmã, mas hoje só a vejo duas vezes por ano. Só que é sempre tão bom!

Adorei a foto!

Tem presentinho pra você lá no blog ;)

Roberta disse...

Di! lindo , realmente uma declaração de amor-amiga-prima-irmã.
Tocou pode der !!!

Brendah disse...

Hà uns 4 anos atrás, uma prima foi morar aqui em casa e nós nos tornamos grandes amigas. Mas o tempo passou e ela acabou brigando com a família toda e nunca mais se dirigiu a palavra à mim =/



beijos.

Renato Edú disse...

Não há palavras que possam descrever a profundidade dessa frase .... "A vida, com uma mão do destino, nos fez primas. Nós nos escolhemos amigas. E sem querer, acabamos irmãs".
Suas sílabas agem de maneira cirurgíca em nosso abstrato , tocando em nossos pontos mais frágies , e nos levando as mais belas reflexões . Eu , particularmente , após a leitura de seu texto cheguei a seguinte conclusão ... "O amor é o photoshop da vida , "apaga" os defeitos (Rancor ,ódio , Mágoa .) , "enfatiza" as coisas boas (Gera sorriso , felicidade , Prazer .) e em uma "montagem" trasforma primas de "sangue" em irmãs de vida . Parabéns Diandra , excelente !

nathalie disse...

que liiiiiiiinda diii ! ameei o post!


e a ivy também tem uma escova de dente aqui em casa no meu banheeeiro ! sasjajsaojsoajsioa

raxeeei !
amo as duas e graaçaaaaas a deus a gente sobreeeeviveu a falta que ela fez ! e agora que ela volto se seeeeeeeeegura que as MENINAS tão de voltas!

Natalia disse...

Eu tinha uma prima quase irma, mas ela pisou feio na bola...

Q esta amizade de prima-irma-amiga seja eterna!!!

:) BJOKS

Ivy disse...

nem preciso dizer que eu chorei soh de ler o welcome back...diiiii ameiii demais o post...e sim, o tempo passou, agora eu to de volta pra gente curtir adoidado JUNTASA ta?!
e ohhhh brigada por tudooo, tudo mesmo, voce sabe do que eu to falando!
te amo MUUUUUUUITO e daqui pra frente soh alegria!s2s2s2s2s2s2s2

Leila disse...

essa história é tão marota :~ lembro tanto do teu drama qd ela se foi :x que seja bem vinda de volta ;D

:*

Ana Carolina disse...

Lendo o post abaixo me deparei com um fato: sempre achei que 'gravidez' nem tivesse plural! Que fosse gravidez mesmo assim como lápis saca? É isso aí, vivendo e aprendendo com Diandra! (ok, essa foi péssima) ..

Que post lindo Di! Começando pela foto que eu amadorei (=

Quando vc diz que não estava ao lado dela em cada conquista, em cada choro, lembrei um pouco do que eu mesma sinto em relação às pessoas que eu amo e que não estão tão perto de mim. Como dói saber que eu não estava lá, para algo bom ou ruim. E chego a me culpar, inutilmente, por isso.

Mas agora é curtir com a sua prima aeee o/
haushaushausha

Bjooo Diandrãããão
;*

Mih disse...

Adorei a parte ''O tempo voou, a vida seguiu seu curso, você fez novos amigos, aprendeu a caminhar com aquela ausência sempre presente e, quem diria, sobreviveu! E aquele tempo que antes parecia uma eternidade, já não te separa de ninguém.''

ficou muito legal. Voce escreve super bem parabéns!
aaah, pra que pais a sua prima foi?
beijobeijo:*

Molinexth disse...

Muito lindo!
Me identifiquei,super fofo!
Eu tenho uma prima assim também!
^^

Beijos

Uma pessoinha estranaha :BB' disse...

Também achei super interessante. Bem escrito!

Giuliana O. Santana disse...

Aaai que lindo, seu texto! Muito fofo.
Viu? A vida não acabou, guria!
Parabéns por ter aguentado tanto tempo..passa rapidinho, não acha?
Obrigada pelos comentários no meu blog.
Beijãão

Cááh disse...

liindo o post ^^
amiga-prima-irmã, qe fofo *-*

visita?
http://antenajonas.blogspot.com/

Bruna / Chiisana Hana disse...

Ai, meu Deus! O texto (lindo, aliás), me fez lembrar de quando minha melhor amiga estava perto de mim física e mentalmente. Agora estamos tão distantes. Quero-a de volta tb! Quero essas madrugadas povoadas de risos de volta também. Que saudade...
Beijo!

jessica sweet disse...

Lindo
amizade sincera só isso jah define mta coisa
parabens por explanar isso cm tanta sensibilidade e força

preserve isso sempre
bjs

Daniele disse...

Pois é ... já estive aqui no ''letrinhas'' e voltei, achei bonito o post e bonita a foto ... enfim. Li seu texto na Capricho, o ''Rainha da Patolândia'' e gostei pra caramba. Sabe Diandra? O que você escreve é muito legal ...