terça-feira, janeiro 22, 2008

Arrependimento sem arrependimentos

Toda pessoa que pensa que é descolada sempre grita aos quatro ventos aquele lema que diz que não se arrepende das coisas que fez e blábláblá. Eu acho besteira.
Sim, claro, acho que a gente deve ousar na vida e se jogar em determinadas situações, mas até aí é preciso crescer um pouco e entender que arrependimento, ao mesmo tempo em que não é algo tão legal, é também um bom sinal.

Se você se arrepende de alguma besteira que fez na vida, é sinal de que aprendeu algo. É sinal de que houve crescimento. Os arrependimentos estão aí justamente para ensinar aquilo que não aprendemos de maneira espontânea.
Se nos arrependemos, significa que aprendemos com os erros que cometemos.
(Acho que todo mundo já ouviu também a máxima que nos manda aprender com os erros... )

Eu, particularmente, já me arrependi de inúmeras coisas. Tanto das que eu deixei de fazer, quanto de algumas que eu fiz. Não vivo em função desses arrependimentos. Não como a garota do filme “Desejo e Reparação”. Até por que, se eu tiver de reparar algo, não acredito que esperarei tanto tempo assim, porém não tiro o mérito de pessoas que demoram mais aprendem, como o ladrão turco que roubou quatro toca-fitas em 1992 e no ano passado mandou uma carta para a polícia explicando tudo e com 100 euros para cada um dos lesados.

O que eu acho que naaaaaão é legal é usar os “pseudo-arrependimentos” para convencer as pessoas de coisas que não são reais, do tipo: falar pro namorado que se arrependeu muito da traição que cometeu só para ele voltar para você, sendo que no primeiro sinal de crise, lá está você traindo o chifrudo de novo. Ou então o cara que comete latrocínio e fica preso durante anos e vai à televisão dizer que se arrependeu e aprendeu a lição, para no indulto de natal estar cometendo mais crimes do tipo.

Não sei se você percebeu, mas arrependeu e aprendeu são palavras diferentes, porém que em muito se parecem. Não só pelas várias letras em comum, mas por que elas estão ligadas e uma dá suporte à outra. Para mim, arrependimento é super-válido quando sincero. Exceto um: O arrependimento do arrependimento.


13 palpites bem-vindos!:

Leila disse...

Eu ficaria feliz se o ladrão viesse a devolver o valor que me furtou com juros! ;P

arrependimento sincero é o que há o/
e como dói :~

tha disse...

ficou foda o seu, hein?!

:*

Jhé Cruz disse...

Adorei esse finalzinho do texto, e também adorei o novo lay : )

Priiii! disse...

Yeah.. mtu melhor assim só se arrependa se realmente aprendeu algo com isso nao da pra atirar em todos depois se arrepender e uma semna de novo fazer outra vez tem que haver uma lição por trás disso tudo tem que haver o desafio de nao fazer mais...
se nao..melhor nao se arrepender depois pelo menos fazer com consciencia

Nath disse...

Ola!

Foda hein arrependimento do arrependimento...

Mas sei la, qndo a palavra arrpendimento surge na nossa cabeça eh pq sabemos q algo nao esta bem...

Gil Grunwald disse...

ai é muita complexidade pra minha cabeça. e me lembrou uma música do natiruts ;)

Robbie Jacks disse...

Nussa, arrependimento do arrependimento... como disse a Grunwald, eh mta complexidade pra minha cabeça :)

Thaís disse...

Adorei, sabe?

Posso te adicionar no Twitter?

Beeeeeeeeiiiijooo

Lidusurf disse...

Não que não me arrependa... Quantas vezes eu não perguntei: "Onde-eu-estava-com-a-cabeça?!?!?" Mas eu tento ver o lado bom das coisas sempre. Sempre o lado positivo. Sempre tem um :D
Eu penso assim: se eu não tivesse feito, como saberia que ia dar no que deu?
Entende? haouehaeuoh
E fica sussa que não vou levar a mal a primeira frase haeouaehouae ;P
:*****

ANNA CLARA disse...

'Se você se arrepende de alguma besteira que fez na vida, é sinal de que aprendeu algo. É sinal de que houve crescimento. Os arrependimentos estão aí justamente para ensinar aquilo que não aprendemos de maneira espontânea.'

Faço minhas as suas palavras.

Edyh. Edyson. Edson. Ou Dinho. disse...

eu concordo na parte em que vc diz que o arrependimento é uma forma de aprendizado.

faz jus ao ditadinho: 'é errando que se aprende'.

é claro que, não nos arrependemos dos acertos.

primeira vez por aqui. o encatamento foi imediato. aliás, pelas palavras e não pela estética estática.

;D

tudo de bom!
:*

Despindo estórias disse...

hum, é verdade...o arrependimento geralmente traz muito aprendizado, disso eu n tenho dúvidas!
=D

anninha disse...

oie achei o seu blog na capricho e adorei!!e uma pena que nao possa coment o meu pq e restrito!! mesmo assim um bj!!