sexta-feira, março 09, 2007

Não acredite no milagre do xampu!


Católico, evangélico, budista, macumbeiro, corintiano, espírita ou ateu. Todo mundo busca a paz interna tamo aqui pra ser lanterna... foi assim que Ele escreveu. Palavras e palavras e palavras e ainda acham que o deus do outro não pode ser meu’ – esse é um trecho de uma das minhas músicas prediletas, da trupe O Teatro Mágico, que ilustra de um jeito perfeito o meu pensamento quanto à religião.

Por mim, você pode escolher acreditar no que você quiser, meu bem! Se não quiser acreditar, tá delicia também! Só que assim: você me respeita e eu te respeito e seremos amiguinhos forever, olha que conto de fadas lindo! Eu não suporto fanatismo, isso é fato. Não que eu odeie as pessoas fanáticas, existe uma diferença, eu odeio o que o fanatismo faz com as pessoas;Elas deixam de pensar por si e assumem as ideologias escolhidas [ou por vezes impostas] sem nem pestanejar ou tirar a franja do olho pra ver se é isso mesmo, se condiz com seus princípios e se não estão lavando sua cabeça por dentro com um xampu barato.

Ao tornarem-se fanáticas, as pessoas perdem o senso crítico, permitem que alguém as molde exatamente do jeito que bem entender e comece sua fábrica particular de clones. Todos como cavalos, só olhando para frente, abaixando a cabeça e dizendo ‘Sim senhor!’ [cavalos não fazem isso...]

Acho que é por isso que escolhi ser espírita. (Não sem antes conhecer todas as possibilidades). Temos que escolher a religião que condiz com quem somos sempre. Encontrei-me por que as idéias batem, existem explicações que me agradam, é uma doutrina que respeita todas as outras religiões e faz busquemos sempre pelo nosso melhor e querer bem do outro! E o mais importante: eu me sinto bem lá. Sempre percebendo se não estão me enrolando, né? Por que, tchutchuca, o tempo de mulher ser manejada já passou há décadas!

7 palpites bem-vindos!:

fernanda albino disse...

aaa vou ser a primeira...
que chatoviski....

muito bom seu texto...
bjo...

aaaa amanhã é sábado não tem fofoca desde às oito da manhã...

bjo***

Anônimo disse...

Como eu me orgulho da minha mãe rsrsr... CAda vez se superando mais, com uma visão antropológica dos assuntos contemporâneos tão importante como a religião > Porque na minha opinião em alguma coisa em nós mesmos ....
Continua assim que daqui a pouco da Folha.... bjos

Cissa disse...

religião é aquela velha estória do 'não se discute'. mas já que estamos em sintonia, sou espírita também. =) escolhi e sou feliz com isso porque me faz sentido.

=*

Rafael disse...

O Rafa não é nextel mas em termos de religião é linha direta com Deus que na verdade é apenas AMOR....mas isso é uma longa História....RESPEITO é sem a menor dúvida a palavra chave!

Guilherme disse...

Fanatismo é evil...
Bom texto, alias tem a sua cara.
Estou de poucas palavras hoje.
Entãome aterei apenas a isso.
bjos, cuide-se Majestade Limoa

Piazza Chan™ - ANiRoX™ disse...

fico mto feliz por saber q existem pessoas que pensam da mesma forma q eu penso com relação a isso... (não q eu não soubesse da existência de mais pessoas)
acho q mesmo sem conhecer você, posso afirmar q pensa q, fazendo o bem ao próximo e não atrapalhando ninguém, toda religião ou crença ou ideologia é boa... tbm não curto isso de fanatísmo... q bom q vc já se econtrou na sua...
bjuz...

Marinho Piazza™
http://prafalardeamizade.blogs.sapo.pt

Elsa disse...

Mostra a relidade que muitos são forçados ou se forçam a não ver.
Fanatismo religioso, submissão em pleno século XXI...
O livre arbítrio que é nosso desde o jardim do Éden é deposto por autoridades religiosas.
Nada melhor do que trocar de xampu para mudar esse efeito...