sexta-feira, janeiro 04, 2008

A Curiosidade Não Matou a Gata

Eu nunca fui pega colando, o que não significa que eu nunca tenha colado.
Colei. Aliás, colava. Não só colava, como era desenvolvedora de métodos marotíssimos.
Meu problema é a ansiedade, e para resolvê-lo eu escrevia fórmulas no meio dos dedos, informações capitais, pequenos papéis sob os quais sentava em cima para quando, e se me interessasse, eu abrir as pernas para ler. No primeiro colegial desenvolvi um sistema com meu namorado utilizando celular e moleton. Era batata. Mas eu o fazia por insegurança. Perdi as contas das vezes em que fiz cola e não usei. Saber que ela estava ali caso eu precisasse me acalmava e muitas vezes garantia o êxito da prova.
Os professores sempre disseram que eu era brilhante e que meu problema é falar muito.
Os amigos devem achar que o problema é o tamanho da cabeçorra, que atrapalhava na hora de copiar minha prova, ou meus faniquitos elétricos, que não me deixava ficar quieta.
Eu acho que meu problema é ser curiosa. Na prova, eu só queria saber o que o amigo do lado pensava sobre determinada questão, ou se o autor do livro didático do qual eu tinha copiado quatro páginas para um papelzinho de bombom pensava como eu.

É. Eu sempre fui curiosa!


Post para Tudo de Blog, Capricho
"Quem não cola não sai da escola?"
.
.
.
Oooops! Me enganei e fiz o post abaixo achando que a pauta era pro site e não pra revista. Como deu um trabalhão pra fazê-lo, ele fica aí embaixo para quem quiser ler, concordar, discordar, me bater, mandar ameaças de morte via comentários ou só pro meu professor saber que eu lembro dele. O post válido para a revista é esse aqui de cima mesmo. Câmbiodesligo!

3 palpites bem-vindos!:

Gil Grunwald disse...

na verdade, aa curiosidade não matou a gata.
vc tái, viva, e ouvindo música do sulplvis ;D

e nossa, esquema com batõm e clular?
comigo isto não daria certo ;~

Gabriela disse...

Ah, curiosa para saber o que os outros escreviam, eu sempre fui. Mas resolvia isso quando os professores entragavam as provas - e eu só me ocupava em futricar as notas mais altas :D

Paame disse...

Ah eua cho que sou meio assim, prova de redação é que pega, eu tenho tudinho na cabeça e de modesta parte sempre que tem discursiva minha professora do cursinho dizia que eu era a melhor aluna dela, da escola não aquele professor pegava muito no meu pé, mas continuando mesmo eu sabendo tudinho o que escrever eu ficava, mas como sera que ta a redação dele? e a dela? sera que a opinião dele parece com a minha? e se eu tiver pensando errado e se o professor pensar diferente ele vai da zero? ai começava aquelas neuras na minah cabeça vinha coisas nada a ver e quando eu parava com isso eu ficava tipo, metade do tempo ja passo. AHAHA perdi muito tempo com bobagem.

olha o blog ta lindo ;) feliz 2008 atrasado beijokas \o